Reunião sobre a proposta Caminho Aéreo Pão de Açúcar

A Diretoria da FAM-RIO realizou na manhã desta sexta-feira, dia 28 de novembro, uma reunião com representantes de associações de moradores, grupos de ação ecológica e pesquisadores para discutir a proposta Caminho Aéreo Pão de Açúcar.

Um dos pontos debatidos foi o projeto de extensão do teleférico da empresa Caminho Aéreo Pão de Açúcar ao morro do Leme.

O tombamento do Forte do Leme e do título da Unesco, Sítio Rio Paisagem Cultural, que inclui o Morro do Leme, implica em não ter alteração neste local. Além disso, já existe uma estrada, de apenas 800 metros, que leva ao topo do morro. Para quem tem dificuldade de locomoção, o Exército disponibiliza um carro.

O bairro do Leme, conforme citado, enfrenta a constante falta de vagas e o excesso de carros nos finais de semana, feriados e férias, geram engarrafamentos, dificultando a locomoção dos moradores. Além disso, a questão dos estacionamentos irregulares e engarrafamentos também são enfrentados pelos moradores da Urca.

Soma-se a isso,  no entorno do morro pode ser observada a fiação elétrica solta no Pão de Açúcar, queda de graxa de lubrificação dos cabos do bondinho nas encostas dos morros da Urca, filas de ônibus estacionados na Avenida Pasteur e Praia Vermelha, lixo jogado pelos usuários da empresa nas encostas e o cercado feito há dois anos, situado na frente da estação da Praia Vermelha, onde anteriormente haviam dezenas de vagas.

A Federação, juntamente com os representantes presentes iniciarão um trabalho conjunto para a preservação da origens da região e dos direitos dos cidadãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *